Show simple item record

dc.contributor.author Oliveira, Cristiano Aguiar de
dc.date.accessioned 2011-10-23T21:28:48Z
dc.date.available 2011-10-23T21:28:48Z
dc.date.issued 2005
dc.identifier.citation OLIVEIRA, C. A.. Externalidades Espaciais e o Crescimento Econômico das Cidades do Estado do Ceará. Revista Econômica do Nordeste, v. 36, p. 319-337, 2005. Disponível em <http://www.bancodonordeste.gov.br/content/aplicacao/ETENE/Anais/docs/mesa7_texto3.pdf>. Acesso em 10 set. 2011. pt_BR
dc.identifier.uri http://repositorio.furg.br/handle/1/1110
dc.description.abstract Este artigo é um estudo empírico sobre os determinantes do crescimento econômico das cidades cearenses na década de noventa. Para este fim, são utilizadas variáveis que representam as características iniciais destas cidades. As variáveis escolhidas seguem as contribuições teóricas das novas teorias do crescimento econômico e da nova geografia econômica. O artigo identifica a presença de dependência espacial no crescimento econômico das cidades cearenses. Assim, as cidades que mais cresceram na década de noventa foram aquelas com vizinhos que também cresceram. O artigo conclui que o modelo econométrico espacial mais adequado para o crescimento econômico das cidades cearenses é um modelo com lag espacial. Os resultados obtidos no modelo mostram que não houve convergência de rendas per capita nas cidades cearenses no período estudado. Fica destacado no artigo o papel do capital humano e da urbanização na promoção de externalidades positivas, Knowledge Spillovers, que geram crescimento econômico não só para uma cidade, mas também para a sua vizinhança. O artigo investiga a extensão e a forma de atuação destas externalidades. São estudados ainda os papéis do governo e de externalidades negativas no crescimento econômico. pt_BR
dc.description.abstract This paper is an empirical study on the economic growth determinants of the cities from Ceará cities in the nineties. For this goal, it is used variables that represent the initial characteristics of these cities. The chosen variables follow the theoretical contributions from the new growth theories and the new economic geography. The paper identifies the presence of spatial dependence in the economic growth of Ceará cities. This mean that cities that grew more in the nineties were those with neighbors that also grew. The paper concludes that the most appropriate spatial econometric model for the economic growth of Ceará cities is a model with spatial lag. The results obtained in the model show that there was not convergence of per capita incomes in the Ceará cities in the studied period. It is emphasized in the paper the role of human capital and of urbanization in the promotion of positive externalities, known as knowledge spillovers, which generate economic growth not only for a city, but also for its neighborhood. The paper investigates the extension and the form of these externalities. The paper also studies the role of government and of negative externalities in the economic growth. pt_BR
dc.language.iso por pt_BR
dc.rights open access pt_BR
dc.subject Externalidades pt_BR
dc.subject Cidades pt_BR
dc.subject Crescimento econômico pt_BR
dc.subject Nova geografia econômica pt_BR
dc.subject Econometria Espacial pt_BR
dc.subject Externalities pt_BR
dc.subject Cities pt_BR
dc.subject Economic growth pt_BR
dc.subject New economic geography pt_BR
dc.subject Spatial econometrics pt_BR
dc.title Externalidades espaciais e o crescimento econômico das cidades do Estado do Ceará pt_BR
dc.type article pt_BR


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Browse

My Account

Statistics