Show simple item record

dc.contributor.author Maia, Maria de Fátima Santos
dc.contributor.author Rodrigues, Maria Aparecida Pinheiro
dc.contributor.author Facchini, Luiz Augusto
dc.contributor.author Thumé, Elaine
dc.date.accessioned 2011-11-01T14:50:26Z
dc.date.available 2011-11-01T14:50:26Z
dc.date.issued 2009
dc.identifier.citation MAIA, M. F. S. et al. Gender and incidence of functional disability in the elderly: a systematic review. Cadernos de Saúde Pública, v. 25, p. 464-476, 2009. Disponível em:<http://www.scielo.br/pdf/csp/v25s3/11.pdf>. Acesso em: 23 out. 2011. pt_BR
dc.identifier.issn 0102-311X
dc.identifier.uri http://repositorio.furg.br/handle/1/1222
dc.description.abstract This systematic review aimed to assess the effect of gender on the incidence of functional disability in the elderly. The search for publications in the MEDLINE, EMBASE, and ProQuest electronic databases from January 1990 to March 2008 identified 879 publications, from which 21 cohort studies were selected that evaluated gender as an independent variable and incidence of functional disability in elderly as the outcome. Review of the studies found that after adjusting for socioeconomic, health, and social relations indicators, incidence of functional disability was similar between genders. The main risk factors for functional disability in the elderly, regardless of gender, were: lack of schooling, living in rental housing, chronic diseases, arthritis, diabetes, visual impairment, body mass index above 25, poor self-perceived health, cognitive impairment, depression, slow gait, sedentary lifestyle, tiredness while performing daily activities, and limited diversity in social relations. pt_BR
dc.description.abstract Esta revisão sistemática teve por objetivo avaliar o efeito do gênero sobre a incidência de incapacidade funcional em idosos. A pesquisa de publicações nas bases eletrônicas de dados MEDLINE, EMBASE e ProQuest no período de janeiro de 1990 a março de 2008 identificou 879 publicações, das quais foram selecionados 21 estudos de coortes que avaliaram gênero como variável independente e incidência de incapacidade funcional em idosos como desfecho. A revisão dos estudos selecionados demonstrou que após ajuste para indicadores sócio-econômicos, de saúde e de relações sociais a incidência de incapacidade funcional foi semelhante entre os gêneros. Os principais fatores de risco para incapacidade funcional, independente do gênero dos idosos, foram: falta de escolaridade, moradia alugada, doenças crônicas, diabetes, déficit visual, índice de massa corporal acima de 25, autopercepção de saúde como não boa, déficit cognitivo, depressão, marcha lenta, sedentarismo, cansaço ao realizar as atividades diárias e pouca diversidade nas relações sociais. pt_BR
dc.language.iso eng pt_BR
dc.rights open access pt_BR
dc.subject Disabled health pt_BR
dc.subject Frail elderly pt_BR
dc.subject Gender and health pt_BR
dc.subject Saúde do portador de incapacidade pt_BR
dc.subject Idoso fragilizado pt_BR
dc.subject Gênero e saúde pt_BR
dc.title Gender and incidence of functional disability in the elderly: a systematic review pt_BR
dc.title.alternative Gênero e incidência de incapacidade funcional em idosos: revisão sistemática pt_BR
dc.type article pt_BR


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Browse

My Account

Statistics