Show simple item record

dc.contributor.author Gonçalves, Renata Braz
dc.date.accessioned 2011-11-26T17:37:01Z
dc.date.available 2011-11-26T17:37:01Z
dc.date.issued 2009
dc.identifier.citation GONÇALVES, R. B.. Representações da leitura feminina no discurso dos jornais: o caso de Pelotas- RS no final do século XIX. In: Congresso de Leitura do Brasil, 17, 2009, Campinas. Anais eletrônicos... Campinas, 2009. Disponível em: <http://alb.com.br/arquivo-morto/edicoes_anteriores/anais17/txtcompletos/sem19/COLE_560.pdf>. Acesso em: 12 nov. 2011. pt_BR
dc.identifier.issn 2175-0939
dc.identifier.uri http://repositorio.furg.br/handle/1/1396
dc.description.abstract O presente texto apresenta alguns resultados da pesquisa em desenvolvimento que tem por objetivo identificar representações da leitura feminina nos discursos difundidos nos jornais diários que eram produzidos na cidade de Pelotas – RS no final do século XIX. No final do século XIX já haviam sido produzidos cerca de 115 títulos de jornais em Pelotas, alguns com vida efêmera, outros apenas com edição especial, e vários com circulação regular quinzenal, semanal ou diária por muitos anos. De acordo com Loner (1998), os jornais do século XIX existiam em quantidade extremamente significativa para “uma cidade que, no início da República, possuía cerca de 25.000 habitantes apenas em sua zona urbana, sendo que 34% desses eram analfabetos, descontados os menores de oito anos”. A partir do conceito de representação de Roger Chartier (1990) e buscando abordar a materialidade do suporte, do texto e alguns aspectos da apropriação de leitura foram analisados exemplares de 28 títulos de jornais (noticiosos, comerciais, literários, humorísticos etc.) publicados entre 1875 e 1900, que estão disponíveis no acervo do Museu da Bibliotheca Pública Pelotense. A partir da Análise dos jornais verificou–se a existência de textos literários direcionados às mulheres, como é o caso da seção “Folhetim”, e de notícias, anúncios e editoriais que tratavam de questões relacionadas à educação feminina, sobre o papel da mulher na sociedade e críticas literárias que direcionavam as obras ora para homens, ora para mulheres. Foi identificada a publicação de textos de escritoras famosas na Europa e também de escritoras locais menos conhecidas. Constatou–se ainda, a publicação de cartas de leitoras ao jornal constituindo indícios de como poderia ser a apropriação da leitura dos periódicos. Os achados dessa pesquisa nos ajudam a conhecer as diferenças entre ser leitor e leitora no século dezenove e nos fazem refletir sobre essa condição na atualidade. pt_BR
dc.language.iso por pt_BR
dc.rights open access pt_BR
dc.subject História da educação pt_BR
dc.subject História da leitura pt_BR
dc.subject Gênero pt_BR
dc.title Representações da leitura feminina no discuros dos jornais: o caso de Pelotas-RS no final do século XIX pt_BR
dc.type conferenceObject pt_BR


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Browse

My Account

Statistics