Show simple item record

dc.contributor.author Lobato, Anderson Orestes Cavalcante
dc.date.accessioned 2012-08-24T21:29:45Z
dc.date.available 2012-08-24T21:29:45Z
dc.date.issued 2003
dc.identifier.citation LOBATO, Anderson Orestes Cavalcante. A crise do ensino jurídico: mitos e perspectivas. Revista Textual , Porto Alegre, v. 1, n.2, p. 28-33, 2003. Disponível em: <http://www.sinprors.org.br/textual/agosto2003/Ensino_direito.pdf>. Acesso em: 20 ago. 2012. pt_BR
dc.identifier.issn 1889-2515
dc.identifier.uri http://repositorio.furg.br/handle/1/2438
dc.description.abstract A crise do ensino jurídico é facilmente identificada pelo alto número de reprovações no Exame da Ordem dos Advogados do Brasil. A média de 70% de reprovação no Estado do Rio Grande do Sul tem sido uma constante e representa uma frágil formação jurídica obtida nos cursos de Direito. O Conselho Federal da OAB publicou em 2001 um retrato dos cursos jurídicos no Brasil, finalizando com uma lista de cursos que recomenda. No Rio Grande do Sul, apenas quatro cursos foram recomendados. Contudo, a carreira jurídica continua a despertar vocações e a oferta de novos cursos continua crescendo. Será preciso conciliar a grande procura pela carreira jurídica com os padrões de qualidade do ensino do Direito. pt_BR
dc.language.iso por pt_BR
dc.rights open access pt_BR
dc.subject Ensino jurídico pt_BR
dc.subject Curso de direito pt_BR
dc.subject Diretrizes curriculares pt_BR
dc.subject Comissão de ensino jurídico pt_BR
dc.subject Ordem dos advogados do Brasil pt_BR
dc.title A crise do ensino jurídico: mitos e perspectivas pt_BR
dc.type article pt_BR


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Browse

My Account

Statistics