Show simple item record

dc.contributor.advisor Soares, Leonor Almeida de Souza
dc.contributor.author Marco, Paula Lobo
dc.date.accessioned 2012-09-18T21:50:15Z
dc.date.available 2012-09-18T21:50:15Z
dc.date.issued 2008
dc.identifier.citation MARCO, Paula Lobo. Avaliação da biodisponibilidade de nutrientes em multimisturas acrescidas de Spirulina platensis. 2008. 95f . Dissertação (Mestrado em Engenharia e Ciência de Alimentos) - Universidade Federal do Rio Grande, Rio Grande, 2008. pt_BR
dc.identifier.uri http://repositorio.furg.br/handle/1/2540
dc.description Dissertação(mestrado)- Universidade Federal do Rio Grande, Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Ciência de Alimentos, Escola de Química e Alimentos, 2008. pt_BR
dc.description.abstract A anemia ferropriva é a forma mais grave de carência de ferro, sendo a deficiência nutricional mais comum encontrada no mundo. As misturas à base de farelos de cereais ou multimisturas (MM) têm sido uma alternativa para fornecer nutrientes a populações infantis de baixa renda, visando a promoção de um crescimento adequado, a prevenção e tratamento da anemia, diminuição de diarréia, etc. O objetivo deste estudo é avaliar a eficácia de diferentes composições de multimistura na biodisponibilidade de nutrientes como ferro e proteína através de ensaio biológico. Foram formuladas 2 MM com adição da microalga Spirulina platensis diferindo quanto ao tipo de farelo (trigo ou arroz); uma MM conforme preconizado pela Pastoral da Criança; uma dieta controle à base de caseína; outra semelhante à controle porém deficiente em ferro e uma aprotéica. Inicialmente os 48 animais foram divididos em 2 grupos de 24 ratas cada, um para depleção de ferro e outro para depleção de proteína. Após este período, foram divididas em grupos de 6 animais segundo o tipo de dieta ofertada: controle (caseína); MM com farelo de arroz e Spirulina (MAS); MM com farelo de trigo e Spirulina (MTS) e MM Pastoral da Criança (MPC). As rações foram administradas durante 21 dias e, ao final deste período, os animais foram sacrificados para análise de índices bioquímicos, hemograma e relação dos órgãos com peso corporal. As rações foram avaliadas nutricionalmente através do coeficiente de eficiência alimentar (FER), razão de eficiência líquida protéica (PER), coeficiente de utilização líquida de proteína (NPR) e digestibilidade verdadeira in vivo (DV). Foi realizada análise de variância em todos os resultados, sendo as médias comparadas entre si pelo teste de Tukey (p<0,05). Os resultados desse estudo demonstraram que as ratas que se alimentaram das MM com farelo de arroz apresentaram maior ganho de peso do que as que ingeriram MM com farelo de trigo. As dietas com Spirulina também causaram maior ganho de peso que a MM sem a microalga. Todos os índices bioquímicos testados encontraram-se dentro da normalidade para a espécie e não diferiram entre os grupos. Como era esperado, a DC apresentou maiores valores de FER, PER, NPR e DV que as MM, e dentre essas, as dietas MAS e MTS tiveram valores mais elevados desses indicativos biológicos que a MPC, indicando que a adição da Spirulina aumentou a qualidade nutricional dessas MM. pt_BR
dc.description.abstract Iron deficiency anemia is the most serious iron deficiency and the commonest nutritional need worldwide. Cereal-oat-based mixtures or multimixes (MM) have been considered as alternatives to supply nutrients to low-income infant populations, to promote adequate growth, prevent and treat anemia, fight diarrhea, etc. The aim of this study is to evaluate by a biological assay the efficacy of different multimixes formulations with respect to the nutrients bioavailability such as iron and protein. Two MM were produced including the microalgae Spirulina platensis distinct only from the bran used (wheat or rice); one MM as suggested by the Child Pastoral; a control casein-based diet; another similar to control but lacking iron and a protein free diet. First the 48 animals were split into two groups of 24 female rats each, one group followed iron depletion and the other protein depletion. Then, six-animal groups were created according to the diet they were fed: control (casein); rice bran plus Spirulina MM (MAS); wheat bran plus Spirulina MM (MTS) and Child Pastoral MM (MPC). Animals were fed during 21 days and, later they underwent euthanasia to run biochemical analyses, hemogram and to assess the organ/bodyweight ratio. Diets were evaluated nutritionally by the food efficiency ratio (FER), protein efficiency ratio (PER), net protein ratio (NPR) and in vivo digestibility (DV). Analysis of variance was carried out for all results and mean values were compared by Tukey's test (p<0.005). The results showed that rats fed with rice-bran MM presented higher weight gains than those fed with wheat-bran MM. Diets containing Spirulina also resulted in higher weight gains compared to Spirulina free diets. All biochemical parameters tested were within normal range for the species and were no different between groups. As expected, DC presented higher FER, PER, NPR and DV than MM diets, and within MM diets, MAS and MTA resulted in higher levels of these biological parameters than MPC, pointing out to a conclusion that the addition of Spirulina improved the MM nutritionally. pt_BR
dc.language.iso por pt_BR
dc.rights open access pt_BR
dc.subject Farelos pt_BR
dc.subject Biodisponibilidade de nutrientes pt_BR
dc.subject Ratos pt_BR
dc.subject Wistar pt_BR
dc.subject Alimentação alternativa pt_BR
dc.subject Alga pt_BR
dc.subject Bran pt_BR
dc.subject Nutrient bioavailability pt_BR
dc.subject Wistar rats pt_BR
dc.subject Alternative foods pt_BR
dc.subject Algae pt_BR
dc.title Avaliação da biodisponibilidade de nutrientes em multimisturas acrescidas de Spirulina platensis pt_BR
dc.type masterThesis pt_BR


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Browse

My Account

Statistics