Show simple item record

dc.contributor.advisor Sampaio, Luís André Nassr de
dc.contributor.author Pereira, Maria Angélica dos Reis Garrido
dc.date.accessioned 2012-09-22T18:10:17Z
dc.date.available 2012-09-22T18:10:17Z
dc.date.issued 2011
dc.identifier.citation PEREIRA, Maria Angélica dos Reis Garrido. Uso do probiótico Bacillus spp. na larvicultura do bijupirá Rachycentron canadum em sistema de recirculação de água. 2011. 51f. Dissertação (Mestrado em Aqüicultura) - Universidade Federal do Rio Grande, Rio Grande, 2011. pt_BR
dc.identifier.uri http://repositorio.furg.br/handle/1/2572
dc.description Dissertação(mestrado) - Universidade Federal do Rio Grande, Programa de Pós-Graduação em Aqüicultura, Instituto de Oceanografia, 2011. pt_BR
dc.description.abstract O bijupirá (Rachycentron canadum) é um peixe marinho que apresenta bom potencial para seu cultivo. Muitas pesquisas demonstram os efeitos benéficos do probiótico Bacillus spp. na aquicultura, porém não há estudos sobre os efeitos de probióticos em sistemas de recirculação de água (SRA). Este trabalho analisa os efeitos do probiótico Bacillus spp. na performance de larvas de bijupirá criadas em SRA. O experimento foi realizado na Universidade Virginia Tech (EUA). As larvas foram estocadas em dois SRA independentes entre si - tratamento probiótico (TP) e tratamento controle (TC) - na densidade de 15 larvas/L, durante 26 dias após a eclosão. Um dos sistemas (TP) recebeu a adição de probiótico comercial composto por B. subtilis, B. licheniformis e B. pumilus diretamente na água e via alimento vivo, conforme o fabricante. As análises de microbiologia e qualidade de água foram feitas diariamente por medição de parâmetros físico e químicos e plaqueamento em meio de cultura para contagem de Bacillus totais e Vibrio totais. Ao final do experimento foram realizados biometria e contagem total dos animais, teste de resistência ao estresse salino e fixação de larvas para imunohistoquímica do timo para avaliar a expressão dos complexos multirreceptores de antígenos CD3 e CD4 de linfócitos T e morfometria do rim cefálico. A sobrevivência foi similar e de 14,9±2,4% e 15,1±0,9% para TP e TC respectivamente. O peso final foi de 170±10 mg para TP e 160±10 mg TC, não havendo diferença estatística entre os tratamentos. Na microbiologia da água não foram encontradas diferenças significativas entre os tratamentos na contagem de víbrios totais (TP: 3.366±522 UFC/mL; TC: 4.964±902 UFC/mL). Na contagem de Bacillus totais os tratamentos diferiram estatisticamente, sendo maior a concentração no TP pela adição dos Bacillus spp. (901±88 UFC/mL e 61±24 UFC/mL). O teste de estresse por salinidade demonstrou uma maior resistência ao estresse salino pelas larvas do tratamento probiótico. A análise imunohistoquímica mostrou uma maior expressão de CD4 no timo em PT (TP: 43,7 ± 6,16% CD4 células/mm²; TC: 25,4 ± 3,5% CD4 células/mm²), o que pode indicar uma melhor resposta imune contra patógenos. A análise morfométrica do rim cefálico indica que este órgão é maior no TP (TP: 0,97 ± 0,33 milímetros; TC: 0,69 ± 0,22 milímetros), provavelmente devido a um aumento na quantidade de linfócitos B. Estes resultados indicam que o probiótico utilizado em um sistema de recirculação de água é efetivo quanto à imunoestimulação e aumenta a resistência ao estresse salino. pt_BR
dc.description.abstract Cobia (Rachycentron canadum) is a marine finfish with good potential for mariculture. The aim of this study was to analyze the effects of probiotic Bacillus spp. on the performance of cobia larvae reared in a recirculating aquaculture system (RAS). Many studies have demonstrated the beneficial effects of probiotic Bacillus spp. in aquaculture, but there are no studies on the effects of probiotics in RAS, requiring research on their effectiveness, since in open systems the beneficial effects are already known. The trial was conducted at Virginia Tech VSAREC (USA). Larvae were stocked into two independent RAS - probiotic treatment and control - at a density of 15 larvae L-1, for 26 days after hatching. One of the systems (Probiotic treatment) received the addition of a commercial probiotic consisting of Bacillus subtilis, Bacillus licheniformis and Bacillus pumilus directly into the water and by live feed, according to the manufacturer. At the end of the experiment we performed biometrics, larvae counts, stress test and larvae were fixed for morphometric analysis of head kidney and for immunohistochemistry of thymus to evaluate the phenotypic expression of complex antigens CD3 and CD4 in T-lymphocytes. Survival and final weight had no significant difference between groups. The analysis of water microbiology had no significant differences between treatments in total counts of Vibrio, but in the total count of Bacillus treatments differed statistically, with a higher concentration in Probiotic treatment because of the addition of Bacillus spp. in this group. The salinity stress test was expressed by stress sensitivity index (SSI), which demonstrated a greater resistance to salt stress by larvae of probiotic treatment. Immunohistochemical analysis showed a higher expression of CD4 in Probiotic treatment, which may indicate better immune response against pathogens. The morphometric analysis of head kidney indicates that this organ is larger in Probiotic treatment, probably due to an increase in the quantity of B-lymphocytes. These results indicate that Bacillus spp. probiotics used in RAS may stimulate the immune system and increase the general stress resistance of cobia larvae. pt_BR
dc.language.iso por pt_BR
dc.rights open access pt_BR
dc.subject Microbiologia pt_BR
dc.subject Teste de estresse pt_BR
dc.subject Imunohistoquímica pt_BR
dc.subject Pscicultura marinha pt_BR
dc.subject Stress test pt_BR
dc.subject Immunohistochemistry pt_BR
dc.subject Marine fish farming pt_BR
dc.title Uso do probiótico Bacillus spp. na larvicultura do bijupirá Rachycentron canadum em sistema de recirculação de água pt_BR
dc.type masterThesis pt_BR


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Browse

My Account

Statistics