Show simple item record

dc.contributor.author Machado-da-Silva, Clóvis Luiz
dc.contributor.author Walter, Silvana Anita
dc.contributor.author Cruz, Ana Paula Capuano da
dc.date.accessioned 2013-01-19T12:30:38Z
dc.date.available 2013-01-19T12:30:38Z
dc.date.issued 2010
dc.identifier.citation MACHADO-DA-SILVA, Clóvis Luiz; WALTER, Silvana Anita; CRUZ, Ana Paula Capuano da. Do terroir à globalização: uma análise institucional com base em mondovino. Perspectivas Contemporâneas, v. 5, p. 22-50, 2010. Disponível em: <http://revista.grupointegrado.br/revista/index.php/perspectivascontemporaneas/article/view/902/315>. Acesso em: 07 ago. 2012. pt_BR
dc.identifier.issn 1980-0193
dc.identifier.uri http://repositorio.furg.br/handle/1/3110
dc.description.abstract Realizamos, no presente artigo, uma análise do filme-documentário Mondovino, que explora a disputa entre produtores que defendem a globalização da produção do vinho e aqueles que defendem o terroir, em países como Itália, França e Estados Unidos. Com base nos fundamentos conceituais da teoria institucional, procuramos analisar por meio desse documentário o campo institucional da produção vinícola nos espaços sociais referidos, destacando as pressões para mudança e os elementos de resistência a ela. A tensão entre o local e o global constitui tanto o cenário do filme-documentário como o lócus da análise institucional decorrente. A análise desta tensão foi efetivada a partir da concepção de dualidade entre os conceitos de persistência e mudança institucional, em conformidade com uma perspectiva estruturacionista da teoria institucional. Os procedimentos metodológicos implicaram primeiramente na transcrição literal do filme e na análise de conteúdo das falas dos diversos atores sociais. A análise de conteúdo foi levada a efeito mediante uso do software Atlas.ti 5.0. Essas análises permitiram averiguar que há dois grupos fundamentais envolvidos na situação em estudo: os que defendem o processo de mudança da maneira de produção do vinho, ou seja, a globalização de sua produção, e os que buscam resistir a essa mudança, persistindo no modelo de produção vinícola que valoriza o terroir. Assim, o uso do quadro de referência da teoria institucional possibilitou a compreensão de toda uma problemática social do campo da produção de vinho, especificamente no que tange ao processo de institucionalização/desinstitucionalização de uma prática social. pt_BR
dc.description.abstract We performed, in the present article, an analysis of the documentary-film Mondovino, which explores the competition between producers who defend the wine production globalization and those who support the terroir, in countries like Italy, France and the United States. Based on the conceptual foundations of institutional theory, we tried to analyze through this documentary, the institutional field of wine production in the referred social spaces, highlighting the pressures for the change and the resistance elements to it. The tension between the local and global is both the scenery of the documentary- film as the locus of the resulting institutional analysis. This tension analysis was carried out from the duality conception between the persistence and institutional change concepts, in accordance with a structurationist perspective of institutional theory. The methodological procedures involved primarily the film literal transcription and the speeches content analysis of the various social actors. The content analysis was conducted by using the Atlas.ti 5.0 software. These analyses tests allowed to verify that there are two main groups involved in the situation under study: those who support the process of change in the wine production way, i.e., its production globalization, and those who seek to resist to this change, persisting in the wine production model that emphasizes the terroir. Thus, the use of the institutional theory table allowed the understanding of an entire social problematic in the wine production field, specifically with respect to the institutionalization/deinstitutionalization process of a social practice. pt_BR
dc.language.iso por pt_BR
dc.rights open access pt_BR
dc.subject Mondovino pt_BR
dc.subject Teoria institucional pt_BR
dc.subject Mudança institucional pt_BR
dc.subject Resistência à mudança pt_BR
dc.subject Institucionalização pt_BR
dc.subject Mondovino pt_BR
dc.subject Institutional theory pt_BR
dc.subject Institutional change pt_BR
dc.subject Resistance to change pt_BR
dc.subject Institutionalization pt_BR
dc.title Do terroir à globalização: uma análise institucional com base em mondovino pt_BR
dc.title.alternative From terroir to globalisation: an institutional analysis based in mondovino pt_BR
dc.type article pt_BR


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Browse

My Account

Statistics