Show simple item record

dc.contributor.author Velho, Luiz Felipe
dc.contributor.author Arigony Neto, Jorge
dc.contributor.author Simões, Jefferson Cardia
dc.date.accessioned 2013-04-17T17:36:09Z
dc.date.available 2013-04-17T17:36:09Z
dc.date.issued 2011
dc.identifier.citation VELHO, Luiz Felipe; ARIGONY NETO, Jorge; SIMÕES, Jefferson Cardia. Utilização do filtro Lee na redução do Speckle em imagens SAR usadas na determinação da velocidade de geleiras. Revista Brasileira de Cartografia, v. 63, n. 2, p. 253-265, 2011. Disponível em: <http://www.rbc.ufrj.br/_pdf_63_2011/63_02_6.pdf>. Acesso em: 04 de abr. 2013. pt_BR
dc.identifier.issn 1808-0936
dc.identifier.uri http://repositorio.furg.br/handle/1/3241
dc.description.abstract Speckle é um ruído multiplicativo e aleatório, característico de imagens de radar de abertura sintética (SAR). Devido a esse ruído, até mesmo áreas com feições marcantes em superfícies contínuas (e.g., fendas nas superfícies das geleiras) são caracterizadas em imagens SAR por grande variabilidade nos números digitais e pelo efeito "sal e pimenta", comum nesse tipo de imagens. Portanto, para que as imagens SAR possam ser utilizadas em algoritmos de correlação cruzada com o objetivo de extrair informações sobre a velocidade das geleiras, o speckle deve ser reduzido. Para solucionar este problema, quatro formas de utilização de um filtro adaptativo (i.e., filtro Lee) foram testadas no pré-processamento de imagens antes da extração de vetores de velocidade de geleiras. O filtro Lee foi utilizado de duas formas: (i) uma filtragem e (ii) filtragem sucessiva (i.e., dupla filtragem). Além disso, dois parâmetros foram utilizados para informar a variabilidade dos dados: o número de looks da cena e o desvio padrão da cena. A análise dos resultados foi realizada comparando os vetores de velocidade gerados pelas imagens originais e filtradas com dados publicados sobre a dinâmica das geleiras da parte setentrional da Península Antártica. Em termos de supressão do speckle, todos os métodos produziram resultados positivos. No entanto, a dupla filtragem não preservou as bordas das fendas, fundindo as feições. Dessa forma, produtos com dupla filtragem foram descartados da análise final. Em geral, as imagens com uma filtragem são as que apresentam os melhores resultados na extração de vetores de velocidade por algoritmos de correlação cruzada. Assim, a cadeia de pré-processamento incluindo uma só filtragem foi escolhida para a extração de parâmetros dinâmicos de geleiras. Quando comparados com dados já publicados, os vetores de velocidade resultantes da análise mostram um ligeiro aumento na velocidade das geleiras da área de estudo entre 2001 e 2005. pt_BR
dc.description.abstract Speckle is a characteristic random noise from coherent imaging systems like synthetic aperture radar (SAR). Due to this noise, even areas with sharp features in continuous surfaces (e.g., crevasses on glaciers) will be characterized in SAR images by grainy texture and high variation in digital numbers. Therefore, the speckle must be reduced before SAR images can be used for measuring glacier velocities by cross-correlation algorithms. To solve this problem, four approaches based on adaptive filtering (i.e., Lee filter) were tested for data pre-processing prior to extracting the velocity fields from glaciers. The Lee filter was used in two ways: (i) one-pass and (ii) two-pass filtering. Furthermore, two parameters were used with the Lee filter to explain the data variability: number of looks and standard deviation of the scene. Results evaluation was carried out comparing the velocity vectors resulting from original and filtered images with published data on dynamics of the glaciers in the northern part of the Antarctic Peninsula. In terms of speckle suppression, all approaches yielded positive results. However, the two-pass filter does not preserve the crevasses edges and the resulting images are not considered for the final result comparison. In general, images processed with one-pass filter showed better results for extraction of velocity vectors with the cross-correlation algorithm than the original ones, and were accepted for an automatic processing chain to derive dynamic parameters of glaciers. Furthermore, resulting velocity vectors agree with published data and show a slight increase in velocity between 2001 and 2005. pt_BR
dc.language.iso por pt_BR
dc.rights open access pt_BR
dc.subject Dinâmica Glacial pt_BR
dc.subject Sensoriamento Remoto por Radar pt_BR
dc.subject Feature tracking pt_BR
dc.subject Glacier dynamics pt_BR
dc.subject SAR remote sensin pt_BR
dc.title Utilização do filtro Lee na redução do Speckle em imagens sar usadas na determinação da velocidade de geleiras pt_BR
dc.title.alternative Speckle reduction using Lee filter in SAR images used to determine glacier velocities pt_BR
dc.type article pt_BR


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Browse

My Account

Statistics