Show simple item record

dc.contributor.advisor Caporlingua, Vanessa Hernandez
dc.contributor.author Oliveira, Maria Helena Machado Gastaud
dc.date.accessioned 2016-10-17T15:09:08Z
dc.date.available 2016-10-17T15:09:08Z
dc.date.issued 2013
dc.identifier.citation OLIVEIRA, Maria Helena Machado Gastaud. Relações entre educação ambiental e função paterna na constituição da subjetividade do apenado : contribuições para ações de prevenção em saúde mental. 2013. 119 f. Dissertação ( Mestrado em Educação Ambiental) - Instituto em Educação, Universidade Federal do Rio Grande, Rio Grande, 2013. pt_BR
dc.identifier.uri http://repositorio.furg.br/handle/1/6643
dc.description.abstract Esta Dissertação articula-se em torno de três eixos interrelacionados e interinfluentes - Educação Ambiental, Função Paterna e Subjetividade para estabelecer relações entre eles, identificando ações de prevenção à Saúde Mental. Decorre de pesquisa qualitativa realizada junto a apenados do Presídio Regional de Pelotas, cujo objetivo geral foi o de compreender a relação entre Educação Ambiental e Função Paterna na constituição da subjetividade do homem apenado. Para a construção teórica, estão referenciados os estudos de Freud e Lacan, assim como as contribuições de Vygotsky, Deleuze e Guattari. Adotou-se a metodologia de análise textual discursiva - ATD, baseada nos estudos de Roque Moraes e Maria do Carmo Galiazzi, realizando-se a análise de dados e informações de natureza qualitativa com a intenção de produzir novas compreensões acerca do fenômeno pesquisado e dos discursos dos sujeitos envolvidos. Os dados obtidos por meio de entrevista semiestruturada, realizada com apenados que aderiram livremente à pesquisa, foram categorizados e analisados à luz do referencial teórico orientador, observando-se para que a ATD ocorresse a partir de pressupostos previamente selecionados na construção dos textos originais. Desse modo, intentou-se chegar a conclusões requeridas pelo problema e questões de pesquisa, firmando-se no pressuposto de que a subjetividade se constrói na dialética de condições internas do sujeito e de condições externas que constituem a cultura e caracterizam a sociedade. O entrelaçamento teórico possibilitou ampliar e aprofundar a questão relativa à subjetividade do sujeito apenado, identificando aspectos relevantes no estabelecimento de relações entre os eixos propostos, tais como: a contemporaneidade propõe uma Educação Ambiental crítica, promotora da formação de um sujeito capaz de entender o meio ambiente no qual vive e de interpretar as relações que com ele mantém; a função paterna e a função materna complementam-se e são vitais para a estruturação e o desenvolvimento psicoafetivo do sujeito, seu bem-estar e sua saúde emocional; os signos, socialmente produzidos e compartilhados, tornam possível ao ser humano relacionar-se com o outro e consigo mesmo; a história do sujeito e a história da coletividade só podem ser compreendidas no plano das relações sociais entre os seres humanos, em função das condições concretas de sua realização. Esses pressupostos encaminham para o entendimento de que cada atitude individual foi, um dia, uma atitude entre sujeitos, sendo essa compreensão, portanto, ponto central do estudo acerca da subjetividade. Conclui-se que, na contemporaneidade, o sujeito apenado carrega marcas que ferem, quase sempre, sua dignidade como ser humano, o que vem construindo forte tendência de ressocializá-lo, entendida como a busca de superação dos sofrimentos psíquicos a que é submetido, propondo-se, entre outras, em ações preventivas em Saúde Mental. pt_BR
dc.description.abstract This Thesis is structured around three main interrelated and inter influential axes ? Environmental Education, Paternal Function and Subjectivity in order to establish relationships between them, identifying preventive actions to Mental Health. Results from qualitative research conducted with inmates of Pelotas Regional Prison, were taken with the objective of understanding the relationship between Environmental Education and Paternal Function in the subjectivity of male convicts. The studies of Freud and Lacan, as well as the contributions of Vygotsky, Deleuze and Guattari were referred to establish a theoretical basis. Concerning methodology, the persperctive of discursive textual analysis - ATD, based in Roque Moraes and Maria do Carmo Galiazzi (which proposes the analysis of data and qualitative information with the intention of producing new understandings about the phenomenon researched and speeches of those involved) were adopted. The data was collected through semi-structured interviews conducted with inmates who responded spontaneously to the research, and then were categorized and analyzed using the theoretical framework, considering that the ATD occurred from previously selected assumptions. Therefore, the attempt was to reach the conclusions required by the problem and research questions, assuming that subjectivity is constructed in the dialectic of the subject's internal conditions and external conditions that constitute culture and characterize society. The theoretical interweaving enabled the broadening and deepening of the issues around the subjectivity of the convict, identifying relevant aspects and establishing relations between the axes proposed, which are: the contemporary purposes of a critical environmental education, promoting the construction of a subject able of understanding the environment in which he lives and produces the relations with his country; paternal function and maternal function (complements that are vital to the subjects building and psychoaffective development, their well-being and emotional health); signs, that are socially produced and shared, making possible for human beings to relate with others and with himself, the subject's history and the history of the community can only be understood in terms of social relations between human beings, according to the concrete conditions of its realization. These assumptions lead to the understanding that each individual attitude was, at a certain point, an attitude socially practiced, and this understanding, is therefore, the focus of the studies concerning subjectivity. It is possible to conclude that, in contemporary times, the subjects that are also convicts carry marks that harm their dignity as a human beings, which has been building a strong tendency of reintegrating them to society understanding that as an attempt to overcome the mental suffering that to which they are submitted, suggesting, among other measures, preventive actions in Mental Health. pt_BR
dc.language.iso por pt_BR
dc.rights open access pt_BR
dc.subject Educação ambiental pt_BR
dc.subject Função paterna pt_BR
dc.subject Subjetividade pt_BR
dc.subject Saúde mental pt_BR
dc.subject Environmental education pt_BR
dc.subject Paternal function pt_BR
dc.subject Subjectivity pt_BR
dc.subject Mental health pt_BR
dc.title Relações entre educação ambiental e função paterna na constituição da subjetividade do apenado : contribuições para ações de prevenção em saúde mental pt_BR
dc.title.alternative The relationships between environmental education and paternal function in the subjectivity of mole convicts : contributions to preventive actions in mental health pt_BR
dc.type masterThesis pt_BR


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Browse

My Account

Statistics