Mostrar registro simples

dc.contributor.advisor Tozetti, Alexandro Marques
dc.contributor.author Martins, Laís da Silva
dc.date.accessioned 2018-01-12T19:30:11Z
dc.date.available 2018-01-12T19:30:11Z
dc.date.issued 2016
dc.identifier.citation Martins, Laís da Silva. A importância dos sistemas aquáticos na ecologia trófica da lagartixa-da-areia (Liolaemus occipitalis Boulenger, 1885) em habitats de dunas de areia. 2016. 53 f. Dissertação (Programa de Pós-Graduação em Biologia de Ambientes Aquáticos Continentais) – Universidade Federal do Rio Grande, Rio Grande, 2016. pt_BR
dc.identifier.uri http://repositorio.furg.br/handle/1/7625
dc.description.abstract A identificação de eventos de transferência de matéria e energia entre habitats tem sido intensamente estudada pelos ecólogos. Esse gradiente de energia se dá através da entrada e saída de matéria. A transferência inter-habitat de material é também conhecida como subsídio trófico. Na região sul do Brasil, o cordão de dunas litorânea apresenta um complexo de banhados adjacentes. Os banhados são ecossistemas muito produtivos, diferente do ambiente de dunas, cuja produtividade é muito baixa. Assim, o objetivo do estudo foi analisar se ocorre transferência energética entre esses dois ambientes, e se essa transferência muda de acordo com nível de alagamento dos banhados. Liolaemus occipitalis apresenta um habitat estritamente de dunas e foi a espécie escolhida para representar a importância dos ambientes úmidos que cercam essas áreas. Foi utilizado a análise de isótopos estáveis(AIE) para analisar os valores isotópicos dos tecidos dos lagartos coletados, bem como para os valores das fontes aquáticas e terrestres mais abundantes na área amostrada. Também foi realizada a análise de conteúdo estomacal (ACE) para complementar os dados de isótopos. Os valores isotópicos dos tecidos dos lagartos variaram com a mudança do nível de alagamento dos banhados, bem como a contribuição das diferentes fontes coletadas (aquáticas e terrestres). O valor e o tamanho das elipses também variou de acordo com as estações, sendo maior na estação de pico de seca, corroborando com o que foi encontrada na ACE, na qual, no mesmo período, foi encontrado um maior volume e maior número de diferentes itens alimentares encontrados. Sendo assim, foi possível comprovar que há essa transferência de matéria e energia entre esses dois ambientes, comprovando que, para preservação dos animais que vivem nos ambientes menos produtivos (dunas) é necessário a conservação também dos hábitats que fornecem suporte trófico a eles (banhados). pt_BR
dc.language.iso por pt_BR
dc.rights open access pt_BR
dc.subject Subsídio trófico pt_BR
dc.subject Banhados pt_BR
dc.subject Dunas pt_BR
dc.subject Isótopos estáveis pt_BR
dc.subject Ecologia trófica pt_BR
dc.subject Dieta pt_BR
dc.title A importância dos sistemas aquáticos na ecologia trófica da lagartixa-da-areia (Liolaemus occipitalis Boulenger, 1885) em habitats de dunas de areia pt_BR
dc.type masterThesis pt_BR


Arquivos deste item

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro simples

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta

Estatística