Show simple item record

dc.contributor.author Alves, Raimundo Nonato de Pinho
dc.contributor.author Barros, Luciano Cintrão
dc.date.accessioned 2013-09-19T16:07:38Z
dc.date.available 2013-09-19T16:07:38Z
dc.date.issued 2012
dc.identifier.citation ALVES, Raimundo Nonato de Pinho; BARROS, Luciano Cintrão. Avaliação socioambiental dos freqüentadores da Praia de Muro Alto, Município de Ipojuca – PE. Revista Eletrônica do Mestado em Educação Ambiental, v. 28, p. 02-15. Disponível em: <http://www.seer.furg.br/remea/article/view/3111/1782>. Acesso em: 03 set. 2013. pt_BR
dc.identifier.issn 1517-1256
dc.identifier.uri http://repositorio.furg.br/handle/1/3811
dc.description.abstract A praia de Muro Alto esta localizada no município de Ipojuca, litoral sul de Pernambuco, entre as praias de Camboa e Cupê. A beleza cênica formada por coqueirais, piscinas naturais e vegetação nativa faz de Muro Alto umas das praias mais visitadas do Estado e até mesmo do Brasil. Em meados do ano de 2000 houve uma intensificação turística no local com a implantação de resorts, flats e condomínios residenciais de alto padrão aquisitivo. Essa expansão turística trouxe sérias mudanças socioambientais para a região tanto positivas quanto negativas. No âmbito de diagnosticar os aspectos positivos e negativos e suas conseqüências promovidos pelo desenvolvimento turístico, fez-se necessário uma investigação que teve como base uma pesquisa de opinião para conhecer o perfil dos frequentadores de Muro Alto e também os principais problemas ambientais encontrados na região. Foram aplicados in loco 100 questionários aos frequentadores da praia de Muro Alto no mês de novembro de 2010. De acordo com os resultados obtidos pela pesquisa foi observado que a maioria das pessoas entrevistadas são oriundas de Pernambuco, com elevado poder aquisitivo e que frequentam a praia há pelo menos mais de 10 anos. Com relação aos impactos ambientais presentes no local, os mais relevantes de acordo com os entrevistados foram: as atividades do Porto de Suape, em função de sua proximidade com a região, o que pode causar diversos problemas ambientais, tais como o derramamento de óleo combustível, e a acumulação de contaminantes; o comércio irregular na orla da praia que pode gerar acúmulo de lixo e conseqüentemente a manifestação de insetos; a falta infraestrutura para os frequentadores sazonais; a falta de fiscalização com a legislação ambiental vigente; a ausência de campanhas relacionada à educação ambiental visando à preservação dos ecossistemas existentes na região e a falta de uma política para limitar as construções de hotéis e condomínios, para não comprometer seu equilíbrio ambiental. Apesar destes problemas a praia ainda apresenta características naturais bem peculiares, fato que promove a atração dos visitantes ao local. Os aspectos positivos estão relacionados à geração de empregos, fato em que as atividades turísticas promovem juntamente com as atividades consideradas informais (ambulantes), o sustento de boa parte de moradores da região. Entretanto, a falta de planejamento urbano e a fiscalização dos órgãos competentes podem acarretar sérios problemas à região, tais como, danos ambientais irreversíveis a toda região, que uma vez impactados negativamente, poderão não mais ser recuperados, promovendo assim, um declive econômico na região que tem como alicerce as paisagens naturais. pt_BR
dc.description.abstract Muro Alto beach is located in the municipality of Ipojuca, on the South coast of Pernambuco, between the beaches Camboa and Cupê. The natural beauty created by coconut trees, rock pools and native vegetation make Muro Alto one of the most visited beaches in the state, even in Brazil. In the mid-2000s, tourism increased with the creation of luxurious resorts, flats and residential condominiums. The expansion in tourism has brought a series of socio-environmental changes, both positive and negative, for the region. In order to precisely diagnose the nature of these impacts, an opinion poll survey was undertaken on the beach-goers on Muro Alto as well as a survey of the principal environmental problems in the region. 100 questionnaires were undertaken during November 2010. The results show that the majority of those interviewed were from Pernambuco, who had achieved a higher purchasing power over the past 10 years. In terms of environmental impacts on the area, the interviewees gave the following complaints: 1) Activities in the port of Suape, due to its close proximity, which can cause various environmental issues, such as seepage of combustion fuel, accumulation of contaminants. 2) Irregular commercial activity on the beach-front that generates rubbish, subsequently attracting insects. 3) Lack of infrastructure for seasonal visitors. 4) Lack of enforcement of current environmental laws. 5) Lack of environmental education campaigns designed to preserve the ecosystems in the region. 6) The failure of politicians to limit the construction of hotels and condominiums, unbalancing its environmental balance. Despite these diverse problems, the beach continues to attract local visitors due to its unique environmental situation. The positive aspects of the development involve the creation of [mostly informal] jobs for a large part of the local population. Nevertheless, the lack of urban planning and law-enforcement by the relevant authorities could provoke still more serious problems for the region, such as irreversible environmental damage in the entire region, which, as a knock-on effect, would ultimately lead to socio-economic decline in the regional economy, whose sole base is its surrounding natural beauty. pt_BR
dc.language.iso por pt_BR
dc.rights open access pt_BR
dc.subject Desenvolvimento turístico pt_BR
dc.subject Sustentabilidade pt_BR
dc.subject Meio ambiente pt_BR
dc.subject Tourist development pt_BR
dc.subject Sustainability pt_BR
dc.subject Environment pt_BR
dc.title Avaliação socioambiental dos freqüentadores da praia de muro alto, Município de Ipojuca – PE pt_BR
dc.type article pt_BR


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Browse

My Account

Statistics