Educação ambiental e o ensino de administração: desafios e perspectivas - um estudo de caso no curso de administração da FURG-

Malta, Suzane de Oliveira

Abstract:

 
Esta tese situada na linha de pesquisa Fundamentos em Educação Ambiental (FEA), do Programa de Pós-graduação em Educação Ambiental da Universidade Federal do Rio Grande (FURG), contemplou a seguinte problemática de pesquisa: "Quais são os principais desafios e perspectivas relativos ao processo de ambientalização curricular do curso de Administração da FURG?". Os novos parâmetros da legislação brasileira impõem a inserção do debate ambiental na educação formal, fazendo com que as Instituições de Ensino Superior (IES) assumam a responsabilidade de formar profissionais que estejam preparados tecnicamente para atuar em suas atividades, mas que também sejam sensíveis e conscientes para lidar com os problemas ambientais. A realidade do curso de Administração foi abordada partindo da seguinte hipótese: "A falta de fundamentação teórica e metodológica, por parte dos docentes, para trabalhar as questões ambientais se evidenciam como os principais desafios para a implementação da Educação Ambiental no curso de Administração da FURG". Para a realização do estudo, foram analisados o Projeto Pedagógico do curso de Administração da FURG, os planos de ensino das disciplinas e realizadas entrevistas semiestruturadas com os docentes que trabalham no curso de Administração. Na análise dos dados produzidos utilizou-se a Análise Textual Discursiva, metodologia proposta por Moraes e Galiazzi, escolhida justamente por permitir a produção de novas compreensões sobre os fenômenos e discursos. O movimento de análise sintetizou em quatro categorias os significados construídos através dos relatos produzidos nas entrevistas junto aos docentes: Educação Ambiental no curso de Administração: fragilidades e desafios a serem enfrentados; Visões da Educação Ambiental: diferentes interpretações elaboradas pelos docentes do curso de Administração; Reflexões sobre a formação do administrador e o seu papel no estímulo do consumo e na degradação ambiental; Gestão Ambiental, Sustentabilidade e Responsabilidade Social: discursos sobre as questões ambientais baseados numa visão economicista. Os metatextos construídos a partir do diálogo do campo empírico com o campo teórico que inclui, entre outros autores, Morin, Saito, Guimarães, Layrargues, Leff, Loureiro e Sauvé, sintetizam o movimento de desconstrução e (re)construção das narrativas. As discussões contidas nos metatextos identificam os desafios para trabalhar com a Educação Ambiental no curso de Administração como sendo originados por diversos fatores, que passam pelo desconhecimento da legislação ambiental e pela dificuldade de operacionalizar a transversalidade, entre outros. O que se percebe é que essas dificuldades acabam definindo um cenário de intenções que não são realizadas ou de ações que são incipientes no que se refere à implementação da EA. A Educação Ambiental, através de seus aportes teóricos, abre um estimulante espaço para um repensar de práticas sociais e do papel dos educadores. Neste sentido, o enfoque em conjunto da complexidade e da transdisciplinaridade possibilitaria uma forma diferente de pensar os problemas contemporâneos, colaborando para uma práxis pedagógica em Educação Ambiental, que incorpora os temas ligados à realidade através do diálogo entre educadores e educandos.
 
This doctoral dissertation, whose line of research is Fundamentals of Environmental Education (FEE), was carried out in the Post-graduate Program in Environmental Education at the Universidade Federal do Rio Grande (FURG), located in Rio Grande, RS, Brazil. It aimed at answering the following question: "What are the main challenges and perspectives related to the process of syllabus environmentalization in the Business Administration course at FURG?". New parameters of the Brazilian legislation have imposed the insertion of the environmental debate in formal education and expect higher education institutions to take on the responsibility for professionals who should be not only technically ready to work in their areas but also sensitive and aware of environmental problems. The study of the Business Administration course was based on the following hypothesis: "Professors lack of theoretical and methodological knowledge about environmental issues is the main challenge to implement Environmental Education in the Business Administration course at FURG". In order to carry out this study, the pedagogical project of the Business Administration course and the lesson plans of its disciplines were analyzed. Besides, semi-structured interviews were conducted with professors who teach the course. Discursive Textual Analysis, the methodology proposed by Moraes and Galiazzi, was chosen to analyze the data because it enables new understanding to be yielded about the phenomena and the discourses. The movement of the analysis synthesized the meanings which were constructed from the reports of the professors interviews in four categories: Environmental Education in the Business Administration course; Weaknesses and challenges to be faced; Views of Environmental Education: professors different interpretations; Reflections on administrators education and their roles in stimulating consumption and environmental degradation; and Environmental management, sustainability and social responsibility: discourses on environmental issues based on and economistic view. The metatexts that were based on the dialogue between the empirical field and the theoretical one - which includes Morin, Saito, Guimarães, Layrargues, Leff, Loureiro and Sauvé - synthesize the movement of narrative deconstruction and (re) construction. Discussions in the metatexts have identified the challenges of working with Environmental Education in the Business Administration course. Several factors, such as lack of knowledge of the environmental legislation and difficulty in operating transversality, have originated them. These difficulties end up creating either a scenario of intentions that are not carried out or actions that are incipient regarding EE implementation. The theoretical basis of EE triggers reflection on social practices and educators roles. Therefore, focus on both complexity and transdisciplinarity could enable a different way of thinking about contemporary problems and collaborate to develop pedagogical praxis in EE by approaching themes connected to reality in dialogues between professors and students.
 

Show full item record

 

Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

:

  • IE - Doutorado em Educação Ambiental (Teses)